Lições de cidadania também no trânsito

Transitar com rapidez e segurança nas grandes cidades se tornou um problema. Por isso, ensinar às crianças valores como gentileza, respeito, cuidado e atenção, seja como pedestres ou condutores de veículos, pode contribuir para que, no futuro, moradores de grandes centros sejam poupados de dissabores enfrentados atualmente.

Nesse sentido, as professoras das turmas do Infantil V dos turnos da manhã e da tarde, Isaura Beleza e Cléo Martins, decidiram desenvolver, a partir do Projeto Institucional Cidadão Mirim, projetos voltados para garantir um trânsito mais seguro e uma convivência mais respeitosa dentro e fora da escola. Alinhadas à campanha “Maio Amarelo” – dedicada à prevenção dos acidentes de trânsito –, as atividades foram realizadas durante o mês de maio.

Pensando na circulação nas áreas internas da escola, Cléo incentivou as crianças a observarem pontos de atenção e melhoria. A partir daí, elas criaram alguns combinados, que foram registrados em uma cartilha, por meio de textos e ilustrações. “O material orienta, por exemplo, a transitar por corredores e escadas sempre pelo lado direito, segurando no corrimão, e a passar pela lateral do pátio quando outras crianças estiverem brincando, mas não se resume a estas dicas”, descreve Cléo. Ela acredita que essas lições de cidadania podem contribuir para melhorar o trânsito no presente – uma vez que estes cuidados são repassados também dos filhos para os pais – e no futuro.

Além de trabalhar com seus alunos a segurança na circulação dentro da escola, a professora Isaura Beleza desenvolveu atividades visando identificar gargalos e soluções para a melhoria do trânsito no entorno. Eles entrevistaram a equipe da portaria para conhecer os principais problemas e detectaram que muitos deles ocorriam nos momentos de entrada e saída dos turnos. “Muitos pais estacionavam em locais proibidos para deixar os filhos, como nas portas de garagem dos vizinhos, nos espaços reservados para embarque e desembarque e em cima da faixa de pedestres”, ilustra Isaura. As crianças, então, fizeram cartazes e faixas e promoveram uma blitz educativa na porta da Trilha para conscientizar a comunidade, condutores e pedestres sobre a importância de se respeitar as regras de trânsito e agir com gentileza.

Além de aprender mais sobre educação no trânsito, os alunos desenvolveram habilidades como atenção e capacidade de encontrar soluções para problemas do cotidiano. E os projetos relacionados ao tema continuam ao longo do ano, com diversas atividades, entre elas uma visita à Transitolândia, prevista para outubro. Segundo as professoras Cléo e Isaura, os adultos devem contribuir dando bons exemplos e mostrando para as crianças como agir corretamente em diversas situações.

“No o segundo semestre, será disponibilizado pelo aplicativo da Trilha o sistema “Tô Chegando”, que possibilita aos pais avisarem à escola quando estiverem saindo para buscar sua criança. Com apenas um clique, acionarão a escola, que já deixará tudo organizado para agilizar a saída de seu (sua) filho (a), colaborando com a fluidez do trânsito no entorno da escola”, afirma a coordenadora pedagógica da Trilha, Juliana Otoni.